Pedra nos rins

Publicado por Ricafonte Web Design em 12/09/2012 às 16h29

Lembra-se quando dissemos que o organismo leva cerca de três dias para eliminar o excesso de sódio ingerido? Bem, ao longo desse tempo, não é só o coração que trabalha dobrado para dar conta do desequilíbrio no plasma sanguíneo. Os rins também entram em modo turbo para processar esse líquido todo retido pelo sal — e a água que você consome a mais, já que o sódio extra aumenta a sensação de sede.

O trabalho pesado não é o único problema. “Com o consumo elevado e crônico de sódio, a urina, por onde o excesso é eliminado, também tem sua composição alterada, o que ativa alguns mecanismos dos rins que favorecem o acúmulo de oxalato de cálcio, matéria-prima para os cálculos renais”, diz o nutrólogo Celso Cukier. Uma pesquisa italiana da Universidade de Parma descobriu que reduzir a ingestão de sal e de proteínas é uma tática eficiente para prevenir o aparecimento das pedras — mais até do que dietas que controlam o consumo de cálcio.

 

Fonte: Portal da Revista Womens Health (editora Abril) - Por Gustavo Simon

voltar para Dicas de Saúde

left show bsd b02s tsY fwR|left tsN fwR bsd b01s|left show fwB bsd b01s|bnull||image-wrap|news c05 sbww|fsN fwR normalcase sbww c05 b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|news login fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd c10 sbss|fwR uppercase|content-inner||