Uma pitada a menos de sal

Publicado por Ricafonte Web Design em 12/09/2012 às 16h25

De ingrediente básico para garantir uma alimentação segura, esse tempero se transformou em problema. Ao consumirmos sal demais, colocamos nossa saúde em risco. Proteja-se e garanta uma vida saborosa sem pagar um preço salgado

O sal está presente nas mesas (e até nos bolsos) dos humanos há séculos. Ele já foi usado como salário e passou a conservante de alimentos até chegar à função atual, de realçar o sabor da comida. Hoje, porém, consumimos muito mais do que o ideal. “A incorporação do consumo elevado do sal vem sendo passada de geração para geração”, afirma a enfermeira Maria Cecília Gallani, coordenadora de pós-graduação em enfermagem da Unicamp. O nefrologista Jerônimo Centeno, de São Paulo, completa: “Existe uma ligação afetiva com o sal na população ocidental; nós o associamos ao gosto, à força dos alimentos”. Uma pesquisa de 2007 da Unicamp constatou que a ingestão diária do tempero chega a 12 g por pessoa — 13 g entre as mulheres. O recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) não passa de 6 g (2 400 mg de sódio) — pouco mais de 1 colher de chá —, já contabilizado com o que você consome nos alimentos industrializados. “Mesmo quem recebia orientações para reduzir o consumo, como os hipertensos, abusava”, diz a enfermeira Maria Carolina Ferreira-Sae, coordenadora da pesquisa.

O grande perigo desse abuso atende pelo nome de sódio. “Esse nutriente é essencial para manter o equilíbrio de líquidos no corpo, ajuda na transmissão de impulsos nervosos e no relaxamento muscular”, lista a nutricionista Anna Christina Castilho, do Instituto de Metabolismo e Nutrição (IMeN), em São Paulo. Além disso, o sódio auxilia até no controle do colesterol. Mas, quando ingerido em excesso, provoca problemas numa relação inversamente proporcional aos benefícios.

Reduzir o sal significa, portanto, garantir anos extras na conta. Claro que a ideia não é deixar sua vida insossa. Pelo contrário. “Permite a descoberta do verdadeiro sabor dos alimentos”, diz a chef Andrea Kaufmann. Saiba quais os problemas decorrentes do abuso de sal, aprenda a reduzir seu consumo e aproveite para colocar mais tempero no seu dia a dia.

 

Fonte: Portal da Revista Womens Health (editora Abril) - Por Gustavo Simon

voltar para Dicas de Saúde

left show bsd b02s tsY fwR|left tsN fwR bsd b01s|left show fwB bsd b01s|bnull||image-wrap|news c05 sbww|fsN fwR normalcase sbww c05 b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|news login fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd c10 sbss|fwR uppercase|content-inner||